Dial P for Popcorn: Algo novo, Sofia, fico à espera

sexta-feira, 8 de março de 2013

Algo novo, Sofia, fico à espera




Oh, Sofia. Começou tão bem a nossa relação, ao fazer da Kirsten Dunst uma das actrizes mais promissoras da sua geração (que ela viria a confirmar na vossa segunda colaboração, injustamente mal amada). Lá conseguiste a estatueta por um filme que, não importa o que fizeres mais na tua carreira, será para sempre lembrado e adorado. Nesse, além de mostrares ao que vinhas, pegaste numa actriz ensossa como a Scarlett e fizeste-nos pelo menos pensar, já lá vão dez anos, que ela conseguia ser uma actriz a sério. O problema foi que voltaste com tanta promessa e o que deste foi muito pouco. A variação entre temáticas e atmosfera dos teus filmes não mudou. Hollywood está à espera de ver que mais sabes fazer. Será desta? Ou teremos que aceitar de vez que Sofia Coppola, a filha do lendário Francis Ford Coppola, não herdou nem 10% da versatilidade do pai? Fico à espera, Sofia, fico à espera.

4 comentários:

Sofia Santos disse...

Desculpa Jorge, ando com pouco tempo para fazer filmes :)

Jorge Rodrigues disse...


Sofia -- hehe. Bem, a Coppola substitui-te ;)

Joana disse...

Jorge, não podia concordar mais com o teu post!
A Sofia Coppola foi das realizadoras que mais me encantou e deixou na grande expectativa após o seu primeiro filme. Quando vi o 'The Virgin Suicides' pensei: "ora aqui está uma grande promessa do cinema. um filme cheio de personalidade e carisma. quero mais!!". O que sucedeu a partir daí... well, acho que ela está um pouco lost in the concept!
De qualquer forma, ainda não desisti e espero que volte à boa forma do seu filme inicial. Havia (muito) talento ali.

Cumprimentos,
Joana

Jorge Rodrigues disse...


Joana -- Infelizmente, a mulher tem demorado a encontrar o seu espaço. Esperemos que este mostre algum avanço. Obrigado pelo comentário!