Dial P for Popcorn: Previsões Finais - Óscares

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Previsões Finais - Óscares



Volto a pedir desculpa pelo ruinoso acompanhamento da corrida aos Óscares deste ano, assunto que me traz sempre imenso interesse que este ano, infelizmente, tive pouco tempo para discutir convosco. Gostava de ter começado uma coluna semanal de discussão do tópico este ano, para ir abordando diversos temas relativos ao assunto. Não o consegui. Talvez para a corrida de 2012-2013. Como tudo, nesta altura, é tempo de analisar e reavaliar, porque a partir de amanhã, não há mais nada a fazer. As nomeações são anunciadas e, dentro de um mês, coroados os vencedores. E voltamos à estaca zero, a um novo ano cinematográfico, a uma nova temporada de corrida, novos festivais para aguardar ansiosamente, novos premiados e novas pérolas do cinema para cobiçar. Da nossa parte cá no DPFP, esperamos anunciar os nossos próprios prémios mais próximos dos Óscares. Ainda não decidi se farei nova edição dos Dial A For Awards que não me pareceu terem sido muito bem recebidos o ano passado, apesar do meu grande entusiasmo. Mas isso são assuntos para depois.

Tenho que começar por dizer que 2011 não foi um bom ano para filmes. A época de fartura de Dezembro trouxe mais fracassos que êxitos. As histórias de sucesso voltaram a fazer-se no Verão, com "Bridesmaids", "The Tree of Life", "The Help" e "Midnight in Paris" a alcançar a linha da meta em boa posição para fazer estragos na corrida. "The Artist" revelou-se um concorrente formidável, com Harvey Weinstein mais uma vez a orquestrar uma campanha de sucesso desde que o filme se decidiu revelar ao mundo em Cannes. Toronto trouxe-nos, como de costume, a 'dramédia' do ano na forma de "The Descendants" de Alexander Payne, que foi visto por muitos como o mais forte candidato... até o filme de Hazanavicius começar a coleccionar estatuetas. Os dois grandes mestres do cinema das últimas décadas prometiam muito, mas só um deles conseguiu cumprir: "Hugo" irá provavelmente trazer a Martin Scorcese mais uma nomeação para Melhor Realizador; já "The Adventures of Tintin" e "War Horse" não parecem ter poder para proporcionar o mesmo resultado para Steven Spielberg. E no fim de contas... veio Fincher e Daldry, "The Girl with the Dragon Tattoo" e "Extremely Loud and Incredibly Close". Se o primeiro surpreende pela falta de apoio da crítica e dos precursores, o segundo espanta pelo excesso de nomeações. São as duas grandes incógnitas da corrida. Vamos lá então às previsões. Tal como nos Globos de Ouro, preferi manter a mente aberta e apostar nalgumas surpresas. É óbvio que isto me vai penalizar na minha percentagem de acerto final mas enfim, são os Óscares, é suposto divertirmo-nos com isto.

MELHOR FILME
"The Artist"
"The Descendants"
"The Girl with the Dragon Tattoo"
"The Help"
"Hugo"
"Midnight in Paris"
(alt: "Moneyball", "Tinker Taylor Soldier Spy", "War Horse", "The Tree of Life")

Pode ir de 5 a 10. Estou a prever 6, os cinco que têm dominado a corrida mais "The Girl With the Dragon Tattoo" que conseguiu nomeação nos DGA e PGA, o que me parece muito suspeito que, contudo, mais não seja pelo efeito residual de terem roubado um Óscar ao David Fincher, me ajuda a solidificar a minha previsão que esse filme possa ter uma palavra a dizer. As restantes quatro alternativas são, pela ordem em que as coloquei, as minhas previsões caso a Academia tenha optado por mais filmes do que aqueles que eu prevejo.

MELHOR REALIZADOR
Michel Hazanavicius, "The Artist"
Alexander Payne, "The Descendants"
Martin Scorsese, "Hugo"
Woody Allen, "Midnight in Paris"
David Fincher, "The Girl with the Dragon Tattoo"
(alt: Terrence Malick, "The Tree of Life")

Há anos que esta categoria não bate certo com os nomeados para Melhor Filme, atirando-nos com um nomeado completamente inesperado (ver: 2002, Fernando Meirelles). Este não parece ser um desses anos. A questão aqui é: será que os amantes de Woody Allen vão vir em apoio dele também nesta categoria sabendo que o prémio de Argumento Original já é dele? Será Malick ou Fincher a ocupar a vaga do quinto realizador? Ou Thomas Alfredson, já que muitos têm esquecido o poder do contingente britânico?

MELHOR ACTOR
George Clooney, "The Descendants"
Leonardo DiCaprio, "J. Edgar"
Jean Dujardin, "The Artist"
Gary Oldman, "Tinker, Tailor, Soldier, Spy"
Brad Pitt, "Moneyball"

(alt: Michael Fassbender, "Shame")

Mais uma vez, aposta sensata: Fassbender é nomeado. O meu problema aqui é: Gary Oldman de fora, mesmo com o contingente britânico a apoiar em massa um filme com boa crítica? Leonardo DiCaprio, que ganhou muito boas críticas num filme de outro modo odiado, interpretando J. Edgar Hoover num filme de Clint Eastwood, que não obstante o desencontro com a Academia em tempos recentes tem garantido quase sempre aos seus actores a nomeação (Angelina Jolie em 2008, Morgan Freeman em 2009?) E um aviso: cuidado com Michael Shannon.

MELHOR ACTRIZ
Glenn Close, "Albert Nobbs"
Viola Davis, "The Help"
Meryl Streep, "The Iron Lady"
Tilda Swinton, "We Need to Talk About Kevin"
Michelle Williams, "My Week With Marilyn"
(alt: Rooney Mara, "The Girl with the Dragon Tattoo")

Williams, Davis e Streep estão seguras. Rooney Mara e até Charlize Theron parecem destinadas a arrancar um lugar nesta lista. Contudo, a quem? A Swinton que foi nomeada para tudo (Globos, SAG, BFCA e BAFTA)? A Close que falhou os SAG e os BAFTA mas cuja história de 'projecto de 20 anos' agrada a muitos (e ajuda-a mais do que se pensa)? Parece-me sensato manter as cinco que têm predominado ao longo da corrida.
MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO
Kenneth Branagh, "My Week With Marilyn"
Albert Brooks, "Drive"
Jonah Hill, "Moneyball"
Christopher Plummer, "Beginners"
Philip Seymour Hoffman, "The Ides of March"
(alt: Nick Nolte, "Warrior")

Tenho que deixar aqui uma nota: esta é a categoria em que acho que o maior abanão é mais provável. Para além de Branagh, Brooks e Plummer, qualquer conjugação é possível. O mais prudente é apostar em Jonah Hill porque conseguiu nomeações para os SAG, BFCA e BAFTA. Depois vem Nick Nolte, que conseguiu nomeação para os SAG mas essas nomeações foram anunciadas há 2 meses quando a corrida parecia estagnada nestes cinco. Os BAFTA este ano fizeram grandes apostas nesta categoria, trocando Brooks por Broadbent (é uma remota possibilidade, dado o amor que a Academia tem ao actor, embora eu pense que isto foi mais patriotismo britânico do que propriamente pela qualidade da interpretação) e Nolte por Seymour Hoffman, que é para mim o joker da categoria. Estou a prever que a Academia vá gostar de "The Ides of March" mais do que a maioria tem pensado e, se houver nomeação para alguém, entre os actores do elenco, é para ele, que até conseguiu nomeação em 2007 por "Charlie Wilson's War" quando poucos previam. Outra hipótese a considerar para uma nomeação deste tipo (filme não amado mas que arranca uma ou outra nomeação importante) é Max von Sydow ("Extremely Loud and Incredibly Close"). Mas se me perguntassem em quem apostava dinheiro, mais rápido vos dizia Nolte e Hill.

MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA

Bérénice Bejo, "The Artist"
Jessica Chastain, "The Help"
Melissa McCarthy, "Bridesmaids"
Janet McTeer, "Albert Nobbs"
Octavia Spencer, "The Help"

(alt: Shailene Woodley, "The Descendants")

Preciso que me dêem uma razão pertinente para trocar Melissa McCarthy ou Janet McTeer por Shailene Woodley. Não consegui encontrar uma, logo mantive as cinco que a maioria tem previsto. Ainda assim, acho que vamos ter aqui alguém inesperado a aparecer.

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO
"The Descendants"
"The Help"
"The Ides of March"

"Hugo"
"Moneyball"

(alt: "Tinker, Tailor, Soldier, Spy")

Sinto-me receoso em prever uma nomeação aqui para "The Ides of March" e para "The Help", não sabendo bem qual dos dois retirar para colocar "Tinker, Taylor, Soldier, Spy" que parece bem posicionado para arruinar o esquema. No entanto, há que ter em conta a possibilidade de Steven Zaillian conseguir duas nomeações este ano, com "Moneyball" e "The Girl with the Dragon Tattoo" também nomeados.

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL
"The Artist"
"Bridesmaids"
"Midnight in Paris"
"A Separation"
"Young Adult"

(alt: "50/50")

Duas considerações a fazer: 1 - Se Michael Shannon aparecer nos nomeados a Melhor Actor, o filme será nomeado aqui também. 2 - Continuo a achar estranha a possibilidade de o ramo dos argumentistas da Academia nos premiar com uma nomeação para "A Separation" mas, se formos a ver, é sempre este o ramo que acaba por ser mais justo nas nomeações finais. Esta categoria tem muito potencial para amanhã surgir com muitas trocas, uma vez que na minha opinião só "Midnight in Paris" está assegurado. "The Artist", dado o seu estatuto de favorito à vitória em Melhor Filme, provavelmente surgirá aqui, apesar do filme não ser falado. E "Bridesmaids", dado todo o aparente amor pelo filme, parece ser outra boa opção. Depois ficamos com "Take Shelter", "Young Adult", "A Separation", "Win Win", "Beginners" e "50/50" para os restantes lugares. Eu arriscaria dizer que a omnipresença de Plummer durante toda a temporada de prémios pode ter ajudado "Beginners" a ser candidato. Thomas McCarthy também pode ser uma hipótese a ter em conta, ainda para mais se pensarmos que lhe negaram a nomeação por duas vezes já ("The Station Agent" e "The Visitor"). Will Reiser ("50/50") é outra incógnita a pensar, sendo o filme um relato pessoal de um evento da sua própria vida. E depois temos Diablo Cody. A meu ver, parece-me plausível que ela consiga a segunda nomeação. Entre Farhadi, Reiser, Mills, McCarthy e Nichols é que não sei escolher. Vou com a opção estrangeira porque o filme é mesmo muito bom, mas tenho mais confiança que seja Reiser a ser nomeado.

MELHOR FOTOGRAFIA
"The Artist"
"Hugo"
"Tinker, Tailor, Soldier, Spy"
"The Tree of Life"

"War Horse"
(alt: "The Girl with the Dragon Tattoo")

Com muita relutância minha, lá tive de admitir que é mais provável "The Girl with the Dragon Tattoo" ou "Tinker, Taylor, Soldier, Spy" não sejam nomeados que "War Horse". Espero estar enganado. Seria bom sinal. "War Horse" deu-me náuseas de ver. 


MELHOR DIRECÇÃO ARTÍSTICA
"The Artist"
"Harry Potter and the Deathly Hallows: Part 2"
"The Help"
"Hugo"
"Tinker, Tailor, Soldier, Spy"

(alt. "War Horse")
Um pouco dividido entre "Jane Eyre", "The Help" e "War Horse" mas no fim de contas optei pelo filme mais popular. Não me arrependo, mas acho que "War Horse" é quem vai ser nomeado.

MELHORES EFEITOS VISUAIS
"Captain America: The First Avenger"
"Harry Potter and the Deathly Hallows: Part 2"
"Hugo"
"Rise of the Planet of the Apes"
"Transformers 3: Dark of the Moon"

(alt. "The Tree of Life")

Provavelmente ridículo apostar contra "The Tree of Life" aqui mas como em Efeitos Visuais as sequelas têm privilégio de passar à frente de obras originais e fantásticas, acredito que mais facilmente teremos o novo "Transformers" ou até o novo "Pirates of the Caribbean" nomeado do que o épico de Malick. Não que o mereçam, claro.

MELHOR EDIÇÃO DE SOM
"Hanna"
"Rise of the Planet of the Apes"
"Super 8"
"Transformers: Dark of the Moon"
"War Horse"
(alt: "Drive")

MELHOR MISTURA DE SOM
"Hugo"
"Hanna"
"Rise of the Planet of the Apes"
"Super 8"
"Transformers: Dark of the Moon"
(alt: "War Horse")

MELHOR MAQUILHAGEM
"The Artist"
"Gainsbourg: A Heroic Life"
"The Iron Lady"
(alt: "Harry Potter and the Deathly Hallows, Part 2")

De "Albert Nobbs" a "Hugo", qualquer um é possível. O ramo da Maquilhagem da Academia é louco.

MELHOR GUARDA-ROUPA
"The Artist"
"The Help"
"Hugo"
"Jane Eyre"
"My Week with Marilyn"

(alt: "W.E.") 

Há muita gente que previu "Anonymous" nesta categoria, mas eu não consigo perceber porquê. Era preciso que alguém tivesse visto esse filme...

MELHOR EDIÇÃO
"The Artist"
"The Descendants"
"The Girl with the Dragon Tattoo"
"Hugo"
"War Horse"

(alt. "Moneyball")
Se bem que tão facilmente meti Michael Kahn ("War Horse") como o trocaria por Christopher Tellefsen ("Moneyball"). E ainda há a hipótese de "Drive" ou "Tinker, Taylor, Soldier, Spy" por cá aparecerem também. Apesar de tudo, penso que os três concorrentes a Melhor Filme estão safos, mesmo que a edição de "The Descendants" seja vergonhosa.

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
"A Separation"
"Footnote"
"In Darkness"
"Monsieur Lazhar"
"Pina"
(alt: "Bullhead")
A outra alternativa a considerar é "Superclásico", a comédia familiar dinamarquesa. Ainda não estou convencido que "Pina" consiga dupla nomeação mas não vejo nenhum título prestigiante que lhe passe à frente.

MELHOR FILME ANIMADO
"The Adventures of Tintin"
"Cars 2"
"Chico & Rita"
"Puss in Boots"
"Rango"
(alt: "Arthur Christmas")

Optei à última hora por trocar "Cars 2" por "Arthur Christmas" por uma única, simples razão: não estou a imaginar a Pixar a falhar esta categoria, por muito mau que seja o filme (para quem ainda não o viu: é péssimo, faz a Pixar parecer uma amadora em relação aos estúdios da Fox que produzem sequelas infindáveis de "Ice Age"). Outro apontamento: é possível que outro filme estrangeiro que não "Chico & Rita" apareça nomeado, ainda para mais tendo em consideração as cenas bastante adultas, digamos, do filme de Trueba ("Waltz with Bashir" teve esse problema em 2008). Aposto em "A Cat in Paris" para surpreender.

MELHOR BANDA SONORA ORIGINAL
"The Artist"
"Extremely Loud & Incredibly Close"
"Hugo"
"Tinker, Tailor, Soldier, Spy"
"War Horse"

(alt: "The Girl with the Dragon Tattoo")

Algo a ter em atenção: a possibilidade de John Williams ser duplamente nomeado ("The Adventures of Tintin"). Gostava de prever outras surpresas, como a inclusão de Dario Marianelli ("Jane Eyre"), Thomas Newman ("The Help") ou de Cliff Martinez ("Contagion"), mas tal não parece plausível.

MELHOR MÚSICA ORIGINAL
Se forem 3:
"Life's A Happy Song" ("The Muppets")
"Lay your Head Down" ("Albert Nobbs")
"The Living Proof" ("The Help")

Se forem 5:
"Pictures in My Head ("The Muppets")
"Star Spangled Man" ("Captain America: The First Avenger")

(alt: "Coeur Volant", "Hugo")
Outra hipótese a ter em conta: "Hello, Hello" ("Gnomeo and Juliet"), uma deprimente realidade.

MELHOR DOCUMENTÁRIO
"Bill Cunningham New York"
"Buck"

"Paradise Lost 3: Purgatory"
"Project Nim"
"We Were Here"

(alt: "Hell and Back Again", "Pina", "If A Tree Falls")

Nunca sei bem o que fazer desta categoria: depois de um ano em que vi quase todos os documentários a concurso, vem um ano em que vi 10% da categoria. Enfim. A minha previsão aqui baseia-me mais em potencial e aclamação crítica que outra coisa. Permiti-me três alternativas porque são 15 os nomeados possíveis.

MELHOR CURTA, DOCUMENTAL
"The Barber of Birmingham"
"Pipe Dreams"
"Saving Face"
"The Tsunami and the Cherry Blossom"

"Witness"
(alt: Incident in New Baghdad")

MELHOR CURTA METRAGEM, ANIMAÇÃO
"Dimanche"
"The Fantastic Books of Mr. Morris Lessmore"
"La Luna"
"Magic Piano"
"Wild Life"
(alt: "Luminaris")

MELHOR CURTA, LIVE ACTION
"Love at First Sight"
"The Road Home"
"The Roar of the Sea"
"Sailcloth"
"The Shore"
(alt: "Raju")


As nomeações para os Óscares serão anunciadas por Jennifer Lawrence (nomeada ao Óscar por "Winter's Bone") e pelo presidente da Academia, Tom Sherak, às 13:35, hora portuguesa (8:35, hora local), via live stream da Academia (AQUI). Estaremos cá para discutir mais logo as nomeações e prever, já de avante, os vencedores. Uma notícia que poderá agradar a alguns fiéis fãs do blogue: vamos tentar trazer o grupo do "10 for the Oscars, Oscars for 10" para pelo menos uma discussão pré-cerimónia dos Óscares.


Agora vocês: alguma surpresa de que me esqueci e que vocês pensar poder aparecer amanhã?

3 comentários:

O Narrador Subjectivo disse...

Acho que o The Tree Of Life vai ser esquecido, o que é uma pena, pois é dos melhores filmes que vi este ano. Acho que, daqui a um mês, não vai haver um grande vencedor.

João Samuel Neves disse...

Eu vou ficar muito surpreendido se o The Tree Of Life e o Terrence Malick não receberem nomeações. De resto, em relação às principais categorias, acho que não deve haver grandes surpresas.

João Samuel Neves.

Jorge Rodrigues disse...

NARRADOR e JOÃO -- Aparentemente, a Academia sempre premiou o The Tree of Life e Malick com as duas nomeações principais.

O vencedor, não sendo o meu favorito, é bem melhor do que os filmes que têm vencido nos últimos anos. Arriscaria dizer que não gosto tanto de um vencedor desde 2007 (No Country for Old Men) e esse foi o único vencedor de qualidade, para mim, da última década inteira (se bem que, curiosamente, em 2007, eu daria o prémio a There Will Be Blood que ainda é melhor do que o vencedor).

Cumprimentos,

Jorge Rodrigues