Dial P for Popcorn: WARRIOR (2011)

segunda-feira, 6 de Fevereiro de 2012

WARRIOR (2011)




Warrior. Título, Poster e Descrição: Foleiros. Mas desenganem-se os mais cépticos. Aqui há filme! E uma das mais agradáveis surpresas deste ano. E há também uma interpretação estupenda: Nick Nolte, enche o ecrã e o filme e deixa-nos a prova de que é possível fazer uma grande interpretação com um pequeno papel.


Warrior é um filme destinado, principalmente, aos fans dos filmes de acção. Mas chama por todos nós. A história trágica da família Colon, onde um pai alcoólico e irresponsável (Nick Nolte) leva à separação precoce de dois irmãos. Brendan (Joel Edgerton), o mais velho, fica com o pai. Tommy (Tom Hardy) acompanha a debilitada mãe, que acaba por morrer anos depois da separação, vítima da angústia e dos maus tratos que sofreu durante o casamento. Separados durante largos anos, Tommy decide um dia voltar a Pittsburgh, a casa do pai, não para o perdoar, mas para lhe pedir que o treine e o prepare para o mais lendário dos torneios MMA de sempre: uma luta mundial, que envolverá os dezasseis melhores lutadores do mundo e cujo prémio final serão uns aliciantes cinco milhões de dólares.


Desconhecendo por completo tudo isto, e de relações cortadas com o seu pai, Brendan vive uma tranquilamente como professor de física. É casado, tem duas filhas que ama e uma vida feliz. Até que a renda da sua casa aumenta bruscamente e Brendan se vê obrigado a regressar aos combates de luta livre e a um passado de lutador profissional que jurou nunca mais abraçar. Contra a resistência da sua esposa (Jennifer Morrison), Brendan volta ao ginásio e arrisca a sua sorte no lendário torneio de MMA. O reencontro é inevitável.



Warrior é surpreendente. Em tudo. Na intensidade e realismo das suas cenas. No profissionalismo dos seus actores. Na interpretação fantástica de Nick Nolte. Na edição e enquadramento de cada momento e de cada cena. Warrior não é só mais um filme. Warrior é um dos melhores filmes de 2011.

Nota Final:
B+



Trailer:




Informação Adicional:
Realização: Gavin O'Connor
Argumento: Gavin O'Connor, Cliff Dorfman e Anthony Tambakis
Duração: 140 minutos
Ano: 2011

Sem comentários: