Dial P for Popcorn: Personagens do Cinema - Chad Feldheimer

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Personagens do Cinema - Chad Feldheimer


É inevitável. Tinha que voltar aos irmãos Coen e a mais uma das suas criações. Uma surpreendente, inesperada, viciante e genuína personagem. É aquelas personagens que marcam a diferença entre um bom realizador e um realizador de classe. É por personagens assim que eu me perco em palavras quando falo sobre eles e é por personagens assim que, para mim, tudo o que vem dos irmãos Coen, vem com selo de qualidade. Eu, pessoalmente, conto as horas para ver True Grit. Falta cada vez menos para o dia 17 de Fevereiro.



Sobre Chad Feldheimer, o que vos posso dizer é que é um palhaço. Desde a ponta dos cabelos até à unha do polegar do pé. Um azeitolas, um bimbo, um parolão. É toda aquela personagem que caminha por este mundo com uma auto-estima interminável e sem preocupações sobre as opiniões que os outros possam retirar da sua figura.


Como não podia deixar de ser, e vejam bem a sua figura, é um autêntico cobardolas. Técnico de ginásio, musculado, com uma aparência vistosa e um porte elegante, foge à primeira ameaça e implora perdão ao primeiro sinal de perigo.


E é toda esta combinação, à qual se junta um disco externo com informação ultra confidencial da CIA e um elenco de luxo (George Clooney, John Malkovich, Frances McDormande Tilda Swinton), que torna Burn After Reading umas das melhores comédias da década. Perdi-me de riso e tive pena que tivesse que acabar. Burn After Reading é Irmãos Coen em modo light. E é tão bom!

4 comentários:

O Projeccionista disse...

Se há cineastas que sabem criar personagens, com P grande, são os Coen. Têm tantas que é difícil escolher a minha preferida. O Chad é genial.

Sarah disse...

Sem dúvida, absolutamente genial! Epá adoro (':

Jorge Rodrigues disse...

Esta é uma personagem tipicamente à Coen.

Se não me engano, eu nomeei-o para os meus prémios em 2008.

É de longe (na minha opinião) uma interpretação brilhante do Brad Pitt.

Que caricatura!

Cumprimentos,

Jorge

DiogoF. disse...

Eu percebo quem não goste deste filme. Mas não compreendo como é que podem não venerar as personagens, nomeadamente esta. Fiquei mesmo lixado como morreu, ainda por cima da forma repentina como foi, porque estava a achar verdadeiramente hilariante. Óptima escolha.