Dial P for Popcorn: De Toy Story a Toy Story: o meu top da Pixar

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

De Toy Story a Toy Story: o meu top da Pixar

Concluída então que (finalmente) está a minha crítica ao "Toy Story 3", torna-se para mim essencial fazer uma espécie de balanço. Devia até tê-lo feito quando muitos o fizeram, em 2009, quando a Pixar atingiu a dezena de filmes com "Up!". Contudo, optei por só fazê-lo agora, primeiro por considerar que não há qualquer hipótese de eu vir remotamente a gostar de "Cars 2" que é o filme que a Pixar lançará no mercado em 2011 e depois porque tive um ano para maturar a minha opinião sobre "Up!" que, diga-se, é bastante mais amado do que o que devia ser. Continua, todavia, a ser adorável e fantástico à mesma.


E o que é se entende por balanço? Pois bem, vou pegar nos onze filmes da Pixar e ordená-los em função da minha preferência por cada um. Claro que sendo uma lista bastante pessoal irão haver imensas opiniões contrárias à minha, mas no entanto desafio-vos a colocarem aqui nos comentários as vossas sugestões e a complementarem a minha (se tiverem blogues, façam-no nos vossos blogues que eu aqui inserirei a hiperligação para o vosso post).


Vamos então partir para a hercúlea tarefa de ordenar os onze filmes da Pixar:

#11

CARS / CARROS (2006)

Invariavelmente, eu tinha que pegar neste. É o único espinho encravado da Pixar. Um filme sem rumo, engraçado e até entretido por vezes, mas muito bizarro e completamente fora de tom com toda a restante filmografia da Pixar. Ainda para mais com John Lasseter a realizar, não percebo como este projecto foi dado como finalizado quando havia ainda tanto a melhorar no filme. (Nota: B-)


#10


A BUG'S LIFE / UMA VIDA DE INSECTO (1998)

O filme de estreia de Andrew Stanton como realizador (bem, co-realizador, com Lasseter) tinha a pesada tarefa de igualar ou superar as expectativas criadas após "Toy Story". E não se pode dizer que tenham sido defraudadas, apesar da qualidade do argumento ser claramente mais baixa, do filme ter sido bem menos sucedido e da ideia ter vindo numa má altura, estreando no mesmo ano de "AntZ", também sobre formigas, da rival Dreamworks. Ainda assim, excelente a nível estético, com cenários lindíssimos gerados em CGI. (Nota: B)


#9

TOY STORY 2 / TOY STORY 2 - EM BUSCA DE WOODY (1999)

A sequela de "Toy Story" tinha uma grande herança para aguentar. Sendo que conseguiu ser um extraordinário sucesso e superar as expectativas iniciais, o filme é invariavelmente menos poderoso emocionalmente que o primeiro e indubitavelmente menos inesquecível que o terceiro. É, contudo, uma excelente história e contém uma poderosa mensagem de amizade, de coragem e de nunca desistir dos outros. (Nota: B+)


#8

THE INCREDIBLES / OS INCRÍVEIS (2004)

Para mim, este filme merece mais crédito que o 8º lugar. Mas não consigo encontrar forma de o subir na lista, não depois de ter revisto "Toy Story" e "Monsters, Inc." que eram os dois filmes que estavam abaixo deste na minha lista provisória. Enfim. Diria de qualquer forma que este e os dois filmes acima estão em pé de igualdade na minha mente. Brad Bird já tinha realizado "The Iron Giant" em 1999, o que já me dava certa confiança na qualidade deste filme. Mas quando eu vi o que ele tinha planeado para nós... Este é pura e simplesmente um dos melhores filmes de super-heróis de sempre. E é um filme animado. Que pega numa família ordinária, igual a tantas outras e a transforma em tanto mais. E consegue não cair no ridículo de ser uma caricatura rasca de "Fantastic Four" ou "X-Men". (Nota: B+)


#7


TOY STORY / TOY STORY - OS RIVAIS (1995)

Admito que este poderá ser o lugar mais discutível da minha lista. É, no final de contas, de um filme que muitos consideram perfeito que estamos a falar. Para mim, não é perfeito. Gosto muito do filme, mas nunca senti tão grande apego às personagens como outras pessoas. Achei que o argumento era fantástico, a caracterização das personagens muito sólida, a banda sonora genial (talvez a única vez que eu não ache Randy Newman irritante - "You've Got a Friend in Me" é lendária) e mesmo a ideia é refrescante, mas ainda assim não me enche tanto as medidas como os filmes acima e por isso mesmo a sua colocação neste lugar. Aberta a discussão, como é óbvio. (Nota: B+)


#6


MONSTERS, INC. / MONSTROS E COMPANHIA (2001)

Quis por tudo colocar este filme (ainda) mais alto, mas mais alto que isto, com a concorrência que ele tem acima, não consegui. Será, por ora, aquele que muita gente colocaria mais abaixo. Mas eu não posso. Eu adoro este filme. Além de ser, na minha opinião, a ideia mais original da Pixar, é inacreditável como duas personagens como Sulley e Mike são portadoras de tanta humanidade (para isso ajuda também o facto de Billy Crystal e John Goodman serem vozes que assentam como uma luva em Mike e Sulley, respectivamente). Ainda por cima, é de longe o filme mais divertido da lista. E é aquele que as pessoas mais desprezam. É uma jóia à espera de ser revisitada. Façam-no e depois discutam comigo. (Nota: B+)


#5


UP! / UP! - ALTAMENTE (2009)

Adorei o filme quando o vi, apesar das suas falhas me terem obviamente irritado um pouco. Repetindo a visualização... é menos impressionante. A sequência da vida do casal ao som de "Married Life" é possivelmente das melhores cenas de cinema de sempre e devia ser estudado por todo e qualquer estudante da arte que se preze. É assim tão fenomenal. Felizmente, o filme não perde fulgor após essa cena e é todo ele uma maravilha de se experienciar. E embora merecidamente nomeado para Melhor Filme, não se deve esquecer que só o foi porque não um mas dois filmes antes, bastante mais merecidamente, não o foram. (Nota: A-)


#4


RATATOUILLE / RATATUI (2007)

Cá está um dos filmes a que me referi anteriormente. O cenário de Paris é só por si idílico, a personalidade criada por Brad Bird para o protagonista, o rato Remy, condiz com a personagem na perfeição, a banda sonora torna o filme uma experiência transcendente e as frequentes referências a comida, a bebida e à vida tornam-no uma obra magistral. Num ano de 2007 exemplar em como fazer bom cinema, a Academia teria beneficiado imensamente do que só aceitou fazer em 2009, aumentando para dez nomeados. E a Pixar começava, por esta altura, a tornar-se marca indelével de qualidade. (Nota: A-)


#3


FINDING NEMO / À PROCURA DE NEMO (2003)

A minha admiração por Andrew Stanton é conhecida e tudo começou em 2003, com o que é largamente considerado "o" sucesso da Pixar. Para criar "Finding Nemo", Stanton dá largas à imaginação e, com a ajuda dos excelentes actores que dão as vozes às personagens (tendo aqui que particularizar, obviamente, Ellen DeGeneres), cria uma obra intemporal que faz as delícias de todas as pessoas que a vêem. A juntar a isto, temos um tema imensamente original, um argumento soberbo, uma banda sonora excepcional, fortíssima caracterização das personagens e cenários magníficos. Como não poderia dar certo? (Nota: A-)


#2


TOY STORY 3 (2010)

O filme mais recente. Pode ser uma consideração prematura da minha parte, mas acho claramente que é o lugar que ele merece. Crítica aqui. (Nota: A-)


#1


WALL-E (2008)

Provavelmente a Pixar nunca fará um filme que chegue ao nível deste. Rotulado de overrated mais vezes que posso contar, criticado e ostracizado por ditos experts de animação (cuja vida se resume a ver filmes Disney todos os dias), o filme animado que ousou ser diferente é de uma magnificência tal que nunca vai ser esquecido. Um filme quase sem diálogo, que busca a emoção no nosso coração, que recorre a expressões e pensamentos genuinamente humanos tidos por robôs, um filme que é de facto notoriamente quase arruinado na sua segunda parte à custa da introdução dos humanos (irónico, não?), mas baseado num argumento poderosíssimo que merecia ter ganho Melhor Argumento Original, de tão impressionante que é e realizado por um génio cujo lugar na história já estará marcado, Andrew Stanton. A cada momento que surge no ecrã, Wall-E vai abrindo, pouco a pouco mais, a nossa alma, expondo-a à sua alegria, à sua tristeza, à sua frustração, ao seu desespero. Quem diria que um robô, algo inanimado e incapaz de se expressar (ou assim se pensaria), poderia fazer algo assim?  "Wall-E" é definitivamente uma estrela brilhante no céu e traz-me novos prazeres e deleites a cada vez que eu o coloco no DVD para o ver de novo. E de novo. E de novo. Não me consigo cansar. Ele é assim TÃO bom (e tão bom é que a Academia, à custa dele e "The Dark Knight", mudou Melhor Filme para dez nomeados). (Nota: A/A-)

10 comentários:

Jackie Brown disse...

Ora quero só deixar os parabéns pelo post e pelo blogue.
Muito bom ;)

Convido-te, já agora, a dares uma passada pelo meu ;)

Em relação ao post:

O meu favorito continua a ser Finding Nemo. Acho genial.

Segue-se Monsters Inc, que é também uma grande obra animada.

Gosto bastante do Cars (discordo de ti em relação ao filme) e do Bug's Life, embora o considere algo parado.

O The Incredibles e o Wall E foram grandes desilusões.
Tenho vindo a gostar cada vez mais do primeiro (modéstia à parte, recomendo que vejas a minha crítica para teres uma ideia -se quiseres claro ;), mas acho que Wall-E é um filme desiquilibrado. A primeira metade é fenomenal, depois banaliza-se.

Quanto aos Toy Story, muito honestamente, não gosto. Nunca achei muita piada. São filmes que nada me dizem.

Falta o Ratatui, que considero um bom filme, mas nada de genial.

E não vi o UP e o Toy Story 3 ;)

Jorge Rodrigues disse...

Olá Jackie Brown, desde já agradeço teres visitado e comentado no blog :)

Já passei pelo teu e gostei ;) Já te estamos a seguir aqui no blog e lá irei comentando coisas que me agradem :D

Joana Vaz disse...

Up em quinto?! Cars em último?!:(

Adoro Up e penso que o filme não é valorizado em vão. É um filme que tanto nos consegue fazer chorar de tanto rir como chorar de comoção. Adoro! E aquela cena “Married Life” é brilhante.

Cars é um filme divertido e com a dose certa de emoção. Porque é que pensas que não estava finalizado?!

Em relação a Toy Story ainda não vi o terceiro e os outros dois não gosto tanto como a maioria.

The Incredibles a que é para mim o “espinho encravado” da Pixar. É somente engraçado. Desiludiu-me bastante na altura.

Finding Nemo, Ratatouille, Wall-E e Mosters, Inc são jóias da Pixar que tenho alguma dificuldade em ordenar por ordem de preferência. Todos são diferentemente maravilhosos.

A minha lista (faltando Toy Story 3):

1) Up
2) Finding Nemo
3) Ratatouille
4) Wall-E
5) Monsters, Inc.
6) Cars
7) Toy Story 2
8) Toy Story
9) A Bug’s Life
10) The Incredibles

Jorge Rodrigues disse...

Obrigado pelo comentário Joana :)

E já agora, tanto escândalo pelo Up! em 5º... e eu faço o mesmo pelo Wall-E em 4º :D

Agora a sério, a razão pela qual pões The Incredibles em último é a mesma que eu ponho Cars. Cars foi um percalço da Pixar. Não é nada bom filme, na minha opinião claro. Mas devo ter muita gente a partilhá-la porque é o filme da Pixar com piores críticas nos diversos sites de críticos (73 na Metacritic, 72 no Rotten Tomatoes).

E quanto ao Up!... Temos de o ver. Aliás, vemos o Wall-E e o Up! seguidos. E depois comparamos.

João Samuel Neves disse...

Jorge, a tua paixão pelo wall-e será eterna! :P

Adorei o Post! ;)

Jorge disse...

1 - Finding Nemo
2 - Toy Story 3
3 - Toy Story
4 - Cars
5 - Ratatouille
6 - Toy Story 2
7 - Up
8 - Wall E
9 - Monsters, Inc.

Estas são as minhas preferências. Como dizes, esta é uma lista muito pessoal, sendo aqui essencialmente critérios de identificação e nostalgia. Porque se fosse por níveis técnicos ou até de qualidade artística a lista seria outra com certeza. Baseei-me portanto ao nível do gosto pessoal e da vontade posterior de querer rever e rever.

Tendencialmente obras recentes têm dificuldade em me fascinar...:P nessa perspectiva.

abraço

Jorge disse...

Ah falta na lista The Incredibles e A Bug’s Life, somente porque nunca vi.

Wall-E e Up de facto não me encantaram...reconheço-lhes as qualidades ainda assim. No entanto e como disse películas de animação adquirem um espaço especial e nestas listas impera a emoção e a identificação! Nada a fazer portanto :P

Como se vê adoro Finding Nemo e toda a saga Toy Story, que vejo como um só filme. Se tiver de separá-los considero o 2 inferior.
De Monsters, Inc. não tenho grande apego, se bem que seja um bom filme, aliás ainda estará para vir o dia em que a Pixar fará um mau filme.

abraço

Jorge Rodrigues disse...

@Samuel - é verdade, eu não consigo deixar de defender com unhas e dentes aquele filme. E sou o primeiro a admitir que desde que aparecem os humanos o filme perde qualidade. Mas a primeira hora para mim é mágica. É do melhor que o cinema já produziu.

@Jorge - obrigado pelo comentário e pelas opiniões. Eu defendo que a elaboração de listas, se bem feita, é pessoal e nostálgica, obviamente, portanto acho que a tua ordem tem toda a razão de ser.

Eu pessoalmente não consigo suportar Cars, acho-o mesmo medíocre. Mas há muita gente que gosta.

Joana Vaz disse...

Lista já completa:

1) Up
2) Finding Nemo
3) Ratatouille
4) Wall-E
5) Toy Story 3
6) Monsters, Inc.
7) Cars
8) Toy Story 2
9) Toy Story
10) A Bug’s Life
11) The Incredibles

Jorge Rodrigues disse...

Muito bem, vejo que colocaste o TS3 alto também ;)