Dial P for Popcorn: DUE DATE (2010)

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

DUE DATE (2010)


Em noite de estreia, a sala estava cheia e com muita gente ansiosa por ver "Due Date". Depois do sucesso que foi "The Hangover", Todd Phillips tinha tudo para que "Due Date" corresse pior, não fosse tão bom e saísse uma espécie de rascunho do seu filme anterior. E infelizmente, isso aconteceu.


Senti que estava a ver uma cópia do "The Hangover", pior do que o seu original e menos bem conseguida. Admito que o "Due Date" tem momentos e cenas bem conseguidas, de puro e duro entretenimento, que levam o espectador a rir com muita vontade. Mas também tem momentos péssimos, de quem tenta levar a comédia a um extremo irracional e a cena do cão que se masturba é uma das piores que vi este ano (e possivelmente nos ultimos anos) no cinema. Um lado positivo do filme é a sua banda sonora, que só peca por ser escassa. Os momentos em que é utilizada são bem escolhidos e as músicas embalam-nos na história.



Quanto ao argumento, não é nada de outro mundo. Peter Highman (Robert Downey Jr.) é um arquitecto de sucesso que está de partida de Atalanta em direcção a LA, onde a sua mulher está prestes a dar à luz o primeiro filho de ambos. Na chegada ao aeroporto, conhece por puro acaso Ethan Tremblay (Zach Galifianakis), a grande mais valia desta história, que acaba por encontrar novamente no avião. Sentado atrás de Peter, Ethan arma uma confusão completamente ridícula e que os leva a serem expulsos do avião.


Sem carteira, documentos, mala ou dinheiro, Peter vê-se perdido em Atalanta. Até que Ethan passa por ele de carro e o convence a entrar numa boleia até LA, para onde este vai com o objectivo de ser actor. Numa corrida contra o tempo, para tentar estar em LA a tempo do parto da mulher de Peter, tudo lhes corre mal e tudo lhes acontece. "Due Date" consegue ir do 8 ao 80 a nível da qualidade das suas cenas. E por isso é um filme mediano, do qual não gostei.


Nota Final: C

Trailer:




Informação Adicional:
Realização: Todd Phillips
Argumento: Alan R. Cohen, Alan Freedland, Adam Sztykiel e Todd Phillips
Ano: 2010
Duração: 95 minutos.

4 comentários:

Sam disse...

Parabéns pelo prémio conquistado no TCN Blog Awards!!!

Abraço.

João Samuel Neves disse...

Obrigado pela mensagem Sam! Espero que continues a visitar-nos regularmente! ;)

Abraço!

João Samuel Neves
Dial P For Popcorn

Dezito (André Sousa) disse...

Aproveito também para felicitar-te pelo Óscar ;)
Quanto ao filme em si achei divertido, mas realmente há mts lugares comuns em relação ao The Hangover.

Cumps

Andreia Mandim disse...

Estava capaz de o ver...com esta crítica já fico com o é atrás, no entanto acho piada ao "barbudo",como já lhe chamam...
Saiu outro filme do mesmo actor com o Michael Cera, provavelmente tb vai ao encontre desde e do "Hangover". É o risco que se corre quando se faz, principalmente, comédia.

http://cinemaschallenge.blogspot.com/